Pensamentos, pensamentos...

Os pais é que sabem!

Todos têm algo a dizer mas quem sabe são os pais

Isto do aleitamento tem QUEM muito diga.

 

Todos têm uma opinião: a madrinha, o avô, a tia, a amiga da vizinha, o periquito, etc. Nasce um bebé, e as opiniões brotam que nem cogumelos! Até mesmo naqueles que de maneira nenhuma foram convidados a participar.

 

Acontece que, como resultado deste “blá, blá, blá” muitas vezes as mães são influenciadas a agir de formas bem extremas, como tentar amamentar até lhe caírem os mamilos ou rejeitar por completo o aleitamento materno (e siga com leite artificial!), sem a ponderação de mais nenhuma outra solução.

 

Pessoalmente não acho que as dicotomias resolvam seja o que for. Sou mais apologista da fluidez, da adaptação do aleitamento às necessidades individuais da família. Nalgumas, o aleitamento misto é a melhor solução, noutras talvez o aleitamento materno por copo. Umas passam de oferecer biberão para oferecer mama (um duro desafio!). Tudo é um processo que carece de informação, dedicação, apoio, paciência e toneladas de resiliência.

 

Independente da escolha que é feita, cabe aos pais fazerem-na. Funciona melhor quando são parceiros no aleitamento. Ou seja, quando estão sintonizados quanto ao que querem fazer e como o querem fazer. Quando assim é, se quiserem:

 

  • Amamentar exclusivamente, está tudo bem bem
  • Oferecer leite materno por colher, está tudo bem
  • Qualquer outra opção que garanta o bem-estar da sua família, está tudo bem.

 

No fim de contas, os pais é que sabem!

 

Categorias

Acabadinhos de escrever!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *